Vaga para Assistente Distrital de Agricultura – Tete

FAÇA PARTE DO NOSSO GRUPO DO TELEGRAM ONDE DIARIAMENTE PUBLICAMOS OPORTUNIDADES DE EMPREGO CLICANDO AQUI

Desde 1997, a Helen Keller International (HKI) tem trabalhado em estreita colaboração com o Governo de Moçambique, prestando apoio técnico ao Ministério da Saúde (MISAU) para fortalecer políticas e programas de nutrição. Atualmente a HKI implementa projectos nas áreas de suplementação com Vitamina A e desparasitação, promoção da batata-doce de polpa alaranjada, mudança de comportamentos de alimentação infantil, e fortificação industrial de alimentos.

HKI está a implementar um novo projecto na província de Tete Melhorando a nutrição de mulheres, crianças menores de 5 anos, grávidas e lactantes na comunidades vulneráveis dos distritos de Cahora Bassa e Moatize, na província de Tete. O projecto visa contribuir à redução de desnutrição crônica, com foco nas crianças de 0 – 5 anos, as mulheres em idade reprodutiva e as adolescentes, através de intervenções integradas, nutrição/água, saneamento e higiene (WASH).

A HKI pretende contratar dois Assistentes de Agricultura/WASH para o projecto RND, que estarão baseados nos distritos de Cahora Bassa e Moatize.

Titulo da Posição: Assistente Distrital de Agricultura

Duração: até Janeiro de 2022

Local de trabalho: Cahora Bassa e Moatize

Linha de Reporte: Oficial de Nutrição e WASH

Descrição da Posição: O/a assistente de Agricultura e WASH é responsável pela implementação e qualidade técnica de todas as actividades de agricultura a nível distrital, incluindo a formação e acompanhamento de grupos de mães, a comunicação social e de mudança de comportamento, a mobilização comunitária.

Principais responsabilidades:

• Implementar e monitorar as intervenções de agricultura e WASH de acordo com o plano de trabalho

• Formar os Promotores de agricultura para formarem mães lideres e camponeses na alimentação infantil e técnicas de comunicação para mudança social e de comportamento (CMSC)

• Garantir o cumprimento de prazos e metas traçados nos planos de trabalho, assim como a execução e monitoria orçamental

• Supervisionar e prestar apoio técnico aos promotores de agricultura

• Realizar actividades de comunicação para a mudança social e de comportamento para adolescentes nas escolas e comunidades

• Trabalhar em coordenação com as comunidades e líderes comunitários para garantir a aceitabilidade das atividades;

• Organizar feiras e outros eventos comunitários para promover a agricultura e a equidade de Género

• Representar a HKI e coordenar com o SDSMAS, comunidades, e outros parceiros a nível distrital

• Auxiliar na organização e coordenação da logística de suprimentos e pessoal para garantir o bom andamento das atividades

• Assegurar a qualidade da pesquisa formativa, o desenho e a implementação do plano CMSC

• Realizar supervisão de apoio aos promotores, grupos de cuidados e mães lideres

• Elaborar relatórios programáticos segundo os requisitos do doador e o governo

• Garantir que os dados sejam colhidos e reportados mensalmente com qualidade

• Fazer advocacia quando for necessário junto a outros parceiros a nível do distrito

• Apoiar na realização de outras actividades que a HKI julgar necessário.

Qualificações requeridas:

• Fomação Media em Saúde Pública, Nutrição ou agricultura

• Mínimo de 3 anos de experiência na implementação de programas de nutrição em Moçambique

• Experiência de supervisão de activistas comunitários

• Domínio de abordagens para melhorar práticas de alimentação infantil e WASH

• Experiência de trabalho com ONGs

• Experiência na implementação de estratégias de comunicação para a mudança social de comportamento

• Conhecimento do Sistema Nacional de Saúde a nível distrital

• Experiência na integração de equidade de género

• Forte capacidade de planificação e monitoria

• Boa capacidade de comunicação interpessoal e de trabalhar num ambiente de equipa

• Disponibilidade para fazer viagens regulares para as comunidades

• Excelente domínio de português, falado e escrito

• Saber andar de mota e estar legalmente habilitado para o efeito.

Desejável:

• Experiência na província de Tete

• Experiência com grupos de mães ou grupos comunitários

• Conhecimento sobre programas de agricultura e fortalecimento económico

• Conhecimento das línguas locais de Tete

• Residente na província de Tete

Local de Trabalho: Tete, Cahora Bassa e Moatize

Os candidatos qualificados poderão submeter a sua candidatura (CV, carta de apresentação, e três referências) até ao dia 3 de Junho de 2021, pelo endereço: [email protected], especificando o nome da vaga. Encoraja-se a candidatura de mulheres.

error: Preserve os direitos do autor. !!