Vaga para Conselheiro de Saúde Materno Infantil (m/f)

A Friends in Global Health – FGH, uma Organização Não-Governamental sem fins lucrativos, que desenvolve um trabalho de caris social na Província da Zambézia, procura profissionais para provimento das vagas de CONSELHEIROS DE APOIO PSICOSSOCIAL APSS E CONSELHEIROS DE SAÚDE MATERNO INFANTIL – SMI.: baseado (a) nas Unidades Sanitária dos Distritos da Província daZambézia nomeadamente Quelimane, Nicoadala, Namacurra, Mocuba, Lugela, Ile, Gurué, Molumbo,Milange, Alto Molocué, Gilé, Pebane, Mocubela, Maganja da Costa, Mopeia, Inhassunge, Derre eMorrumbala.

Os candidatos interessados deverão enviar suas candidaturas acompanhadas de Carta de Apresentação, CV, Certificado de Habilitações Literárias para OS ESCRITÓRIOS DISTRITAIS DA FGH OU PARA OS A DIRECÇÃO DISTRITAL DE SAÚDE, os CVs deverão estar em Envelope fechado e Indicar a Posição que está a concorrer, até o dia 27 de Setembro de 2021.

Apenas serão contactados o(a)s candidato(a)s pré-selecionado (a)s na base dos documentos apresentados. FGH reserva-se o direito de fechar o processo antes do prazo se tiver identificado o candidato ideal.

2. CONSELHEIRO DE SAUDE MATERNO INFANTIL – SMI

Aconselhamento em Adesão para mulheres gravidas e lactantes positivas nos serviços de SMI (CPN, CCR, PF, maternidade)

➢ Abertura de processo clínico a todas as mulheres gravidas/lactantes testadas HIV. Acolhimento inicial no Serviço;

➢ Realizar aconselhamento a pacientes que iniciarão TARV (sessões pré-TARV);

➢ Realizar aconselhamento as pacientes em TARV nas consultas de seguimento;

➢ Realizar aconselhamento a pacientes que apresentam problemas de adesão e garantir um plano de melhoria (internamento e consultas em diversos serviços).

➢ Preencher ficha de seguimento aconselhamento, reportando informações relevantes quanto aspectos psico-social de cada paciente.

Estrategia de Mães Mentoras:

➢ Garantir que todas as pacientes gravidas e lactantes seropositivas sejam alocadas/em seguimento por as Mães Mentoras

➢ Abertura de ficha de seguimento individual de visitas preventivas de mulheres gravidas/lactantes;

➢ Seguimento das actividades das Mães Mentoras: visitas preventivas e buscas;

➢ Calendarização dos grupos de Mães para Mães;

➢ Emisão de cartões de visita preventiva e buscas para mulheres gravidas/lactantes e crianças com PCR

positivos

Educação para saúde

➢ Realizar palestras educativas, sensibilizando utentes de todos os sectores da Unidade Sanitária acerca de mensagens de promoção de saúde;

➢ Incentivar a formação de grupos de apoio dentro da Unidade Sanitária (grupo de mães para mães, …)

➢ Participar eventualmente em actividades de capacitação dos grupos comunitários na comunidade, comunicando mensagens de promoção de saúde, redução do estigma/discriminação, etc;

Promoção de visão holística em equipa multidisciplinar nos serviços clínicos apoiado pela FGH

➢ Participação regular em encontros de Café TARV e de CAD de mães mentoras;

➢ Participação e orientação nos grupos de Mães para Mães;

➢ Colaborar para o bom andamento das actividades com os demais membros da equipa (gestores de dados, equipa de saúde, psicólogos e parceiros);

➢ Facilitar o fluxo de atendimento e acompanhamento dos utentes entre os diversos serviços da Unidade Sanitária (PNTC, PTV, CCR, Maternidade, etc);

➢ Identificar os recursos disponíveis na comunidade e estabelecer sistemas de referência e contra referência de acordo com as necessidades identificadas e coerentes com a realidade onde actua (cuidados domiciliários, apoio alimentar, assistência jurídica, assistência social, programas de geração de renda).

Requisitos e Qualificações

➢ Nível académico básico na área social e/ou saúde (10ª classe)

➢ Fluência em Português e Lingua Local

➢ Sexo feminino;

➢ Idade acima de 21 anos;

➢ Ser residente no local onde se candidata;

➢ Formação e pelo menos 2 anos de experiência de trabalho em processos de desenvolvimento comunitário de programas de HIV/SIDA (experiencia como Conselheiro de Saúde será uma grande vantagem; também experiencia com Mãe Mentora ou Educadora de Par merecerá consideração);

➢ Experiências em acções de fortalecimento de vínculos comunitários e sociais, especialmente de ATS, PTV, HIV e SIDA nas famílias afectadas.

➢ Experiencia de trabalhar no contexto clínico ou na unidade sanitária;

NB: A FGH não cobra quaisquer valores aos candidatos a emprego, e distancia-se veementemente deste tipo de prática.

error: Preserve os direitos do autor. !!