Vaga para Oficial de Fiscalização de Recursos Naturais (m/f)

A Administração Nacional das Áreas de Conservação (ANAC), no âmbito do Projecto ProBio pretende recrutar 1 (um) Técnico, para a posição de Oficial de Fiscalização de Recursos Naturais, baseado em Maputo (ANAC· Sede) com deslocações frequentes às Áreas de Conservação (ACs). Assim, são convidados os interessados a apresentarem candidaturas.

1.1. Requisitos:

a) Ter grau universitário em gestão Ambiental, ciências· policiais, conservação da Natureza, geografia, e outras áreas afins, dando-se preferência aos candidatos que tenham especialização em matérias relevantes na aplicação da lei;

b) Experiência operacional de campo em áreas relacionadas a fiscalização e protecção da biodiversidade, gestão de recursos naturais, educação ambiental e monitoria;

c) Trabalhar ou ter trabalhado no sistema nacional das áreas de conservação; ter trabalhado numa área de conservação é uma grande vantagem;

d) Possuir boa capacidade de análise de informação, sintetização de dados e/ou informação quantitativa e qualitativa diversa;

e) Capacidade de trabalhar num ambiente que inclui deslocações para áreas remotas e uma elevada pressão e exigência;

f) Possuir conhecimentos sobre o funcionamento do Sistema Nacional das Áreas de Conservação;

g) Domínio do quadro legal de conservação, políticas e estratégias de conservação da biodiversidade;

h) Não ter sido condenado(a) por crime manifestamente incompatível com funções na Administração Pública comprovado por uma certidão de registo criminal;

i) Possuir nacionalidade moçambicana;

j) Domínio da língua portuguesa, falada e escrita e possuir capacidade de comunicação falada e escrita na língua inglesa.

1.2. Habilidades, qualificações e Experiência.

a) Conhecimento das ACs de Moçambique;

b) Mínimo de 4 anos de experiência relevante em gestão de áreas de conservação e/ou recursos naturais;

c) Eficiência e orientação para resultados;

d) Capacidade de trabalhar num ambiente de trabalho que inclui deslocações para áreas remotas, pressão e exigência de cumprimento de prazos rigorosos;

e) Conhecimento profundo de políticas e estratégias de conservação, turismo e desenvolvimento comunitário;

f) Fortes habilidades de relacionamento interpessoal;

g) Liderança colaborativa e motivacional com enfoque nas metas organizacionais.

1.3. Os candidatos interessados e com perfil exigido, deverão enviar as suas candidaturas com os seguintes documentos:

a) Carta de candidatura dirigida ao Excelentíssimo Senhor Director-Geral da ANAC, indicando a vaga a que se candidata;

b) Curriculum Vitae com indicação de 3 referências;

c) Fotocópia do Bilhete de Identidade;

d) Cópias do Certificado ou certificados do grau académico.

1.4. As candidaturas deverão ser submetidas no prazo de 15 dias contados a partir da data de publicação, devendo ser depositadas na Secretaria da ANAC, sita na Rua da Resistência nº 1746/1747/, 8ª andar, Maputo-Moçambique. Apenas o candidato pré-seleccionado será contactado

Maputo, Setembro de 2021

O Director de Serviços de Recursos Humanos

(Ilegível)

error: Preserve os direitos do autor. !!