Vagas para ARQUITECTOS – URBANISTAS (vários locais)

1. O Governo de Moçambique, representado pelo Ministério da Administração Estatal e Função Pública (MAEFP) com financeiro do Banco Mundial, encontra-se na fase final de preparação do Projecto de Desenvolvimento Urbano e Descentralização (PDUL) que irá beneficiar 22 Municípios das Províncias de Niassa, Zambézia, Sofala e Gaza. O Objectivo de Desenvolvimento do Projecto é “Fortalecer o desempenho institucional e prover melhores infra-estruturas e serviços às entidades locais participantes e dar uma resposta imediata e eficaz a uma crise ou emergência elegível”

2. O MAEFP – PDUL solicita a candidatura de Arquitecto – Urbanista Municipal para assegurar a implementação das actividades do Projecto implementados pelos municípios na área de planeamento territorial, de acordo com os guiões metodológicos para a elaboração dos Instrumentos de Ordenamento Territorial e legislação nacional (PEU, PGU/PPU PP). O Arquitecto -Urbanista Municipal estará afecto aos municípios participantes do Projecto na Província e deverá ser responsável pela gestão do planeamento territorial.

3. Poderão manifestar interesse, consultores individuais devendo para o efeito indicar a província para a qual se candidatam.

Requisitos mínimos da posição:

• Licenciatura em Arquitectura e Planeamento Fisico, com conhecimentos de urbanização, ordenamento territorial;

• Pelo menos 5 (cinco) anos de experiência em planeamento urbano;

• Pelo menos 3 (três) anos de experiência de trabalhos em projectos integrados, congregando diferentes actores, públicos, privados, a sociedade civile a comunidade;

• Domínio preferencialmente open source ou gratuitos para desenho técnico;

• Conhecimento da legislação moçambicana e experiência com autarquias moçambicanas será considerada uma vantagem;

• Competências elevadas em relacionamento interpessoal e eficácia comunicacional;

• Habilidades para a preparação e condução de trabalhos de sensibilização dos membros das comunidades, na capacitação dos membros e líderes comunitários em procedimentos sobre técnicas de planeamento básico;

• Experiência com desenvolvimento de planos de uso da terra, alinhando as normas de ordenamento territorial e de gestão ambiental será considerada uma vantagem;

• Capacidade na liderança e formação de equipas técnicas;

• Fluência e escrita da língua portuguesa e conhecimentos da língua inglesa; e

• Domínio de redacção de documentos profissionais. técnico programas/softwares em Arquitecto – Urbanista Municipal autarquias moçambicanas no

4. Consultores interessados em obter os Termos de Referência, poderão solicitar o envio no email abaixo indicado, e os mesmos serão enviados igualmente por email.

5. As manifestações de interesse em forma de CV deverão ser submetidas em formato físico, ou por email no endereço abaixo até ao dia 21 de Maio de 2021.

Local: Zambézia (1 vaga), Niassa (1 vaga), Sofala (1 vaga), Gaza (1 vaga)

Ministério da Administração Estatal e Função Pública

Projecto de Desenvolvimento Urbano e Local

Unidade de Gestão do Projecto

Cowork Lab 2 – Rua 1301 – Bairro Sommerschield Email: [email protected]

error: Preserve os direitos do autor. !!